A frieza do ser humano...

by - 23:59

Ola meninas!

Começaram bem o ano? Entraram com o pé direito ou com os dois? Bem...desde que haja saúde é o que importa.
Infelizmente saúde a mim esteve em falta, andei umas 3 semanas como sabem doente, a tomar xaropes e mais xaropes e finalmente lá estou eu a tomar um xarope com antibiótico que me está a deixar melhor e claro com mais tempo para vocês :)

Mas o que importa é que entrei 2015 cheia de esperanças de começar a concretizar sonhos e objectivos que tenho!

Mas o post de hoje não será sobre isso não...

Ontem, quando saia de casa deparo-me com uma situação desagradável. Imaginem só que vejo um cãozinho preto de porte médio inanimado junto a um vale na rua com a parede da casa toda salpicada de sangue.
Não consegui deixar de pensar no pequeno animal ali... Eu infelizmente tive que seguir a minha viagem porque tinha notado que não conseguia fazer nada para o salvar. Mas não fiquei indiferente aquela situação...Não... 
Afinal quem soube, eu adoptei uma cadelinha recentemente e não gostava nada de saber que alguém a atropelou e não prestou auxilio e deixou-a ali a sofrer e abandonada como lixo. (Infelizmente à 3 anos passei por essa situação e sei qual a dor :( ).
Fui a chorar, deixando aquele corpo indefeso ali...
Olhava para trás e via carros e pessoas a passar e somente olhavam... Atravessavam a rua para o outro lado como se vissem algo que lhes metessem nojo. E eu bem tentava espreitar da paragem se alguém decente pegava no telemóvel e ligavam para o canil ou para um meio de apoio para tirarem o cão dali.
Não...simplesmente olhavam...olhavam...e prosseguiam a vida delas como se aqueles segundos daquele corpo ali fossem apagados com o vento.

Até que decidi ligar para a minha irmã e pedir um contacto para retirarem dali o bichito porque ninguém o iria fazer. Após ver que passado horas ainda ali permanecia, quando cheguei ao meu trabalho fui ver os contactos do canil municipal e tentei ligar 2 e 3 vezes mas sem sucesso.

O que me deixa indignada é como estas pessoas vêem os animais como bens, objectos e com uma frieza total e nada fazem para ajudar o próximo!

Sem sucesso de ligar para lá, à noite quando regressei a casa não podia evitar e de olhar se o cão estaria ali. Não, felizmente alguém o teria levado dali...Agora para onde não sei. Só espero que fosse alguém com coração e o tratasse com dignidade! Enterrasse e se tivesse identificação alertasse os donos caso o tivesse.
Penso para mim... e se fosse o cão ou outro animal daquelas pessoas todas que passaram ali e não o foram acudir? E se o cão tivesse tido assistência ainda teria sobrevivido? E se os donos ainda não sabem nada dele e andam desesperados por saber noticias dele? Pois é... E se...

Acho que todos quando se deparam com uma situação destas passam ao lado e por vezes quando acontece e alguém fala são os primeiros a dizer que "é desumano; se eu visse acudia..." e afinal... NÃO!

Deixo aqui um alerta, para quem tiver a infeliz situação de atropelar ou mesmo assistir algo como eu. Não fiquem indiferentes! Agem! Pode haver sempre esperanças, pode até nem ser para eles. Mas os donos também sofrem quando desaparecem os seus companheiros! Pensem nas duas partes! Pensem que podem ser vocês a perderam o vosso companheiro de anos e sentirão a falta dele e sentirão a angústia por não receberem noticias. 

Infelizmente perdi à 3 anos o meu cãozinho que o tive durante 16 anos! Cresceu comigo e alguém por maldade deixou-o ferido à porta de casa! Mas com tempo conto tudo.








Beijinhos




You May Also Like

0 comentários

Cruzeta Feminina agradece o seu comentário!
Obrigada